Colaboradores

icone_sul_engajamento

Visando atrair, desenvolver e reter talentos, dedicamos nossos esforços para proporcionar aos colaboradores um ambiente de trabalho ético e inclusivo, que valorize a diversidade e que promova o desenvolvimento pessoal e profissional. Engajamos nossos colaboradores para uma cultura de sustentabilidade e criação de valor compartilhado, que tem como base a ética e os Valores da AES.

Em 2015, investimos R$ 36,8 milhões no capital humano da AES Tietê por meio de ações em saúde e 
segurança, iniciativas para o desenvolvimento dos profissionais, benefícios, entre outros.

A gestão do capital humano na AES Brasil é liderada pelo departamento de Recursos Humanos que, em 2015, foi reestruturado para atender às demandas das empresas de maneira mais eficiente. O departamento está segmentado em áreas dedicadas à gestão de talentos, ao clima organizacional, remuneração e relacionamento com sindicatos. As estratégias são definidas com base nas políticas corporativas ou diretrizes específicas por empresa, relacionadas a cada ação.

Meta Resultado em 2015
Manter 90% de satisfação no ambiente de trabalho até 2019 A satisfação dos colaboradores da AES Tietê atingiu 82%.


Com o Planejamento Estratégico Sustentável 2015-2019, as empresas da AES Brasil passaram a ter como objetivo estar entre as melhores empresas para se trabalhar de acordo com a metodologia do Instituto Great Place to Work (GPTW).

Anualmente, Comitês de Clima se reúnem para analisar os resultados da pesquisa de clima de cada diretoria e para definir planos de ação com base nos pontos de melhoria identificados. A participação é voluntária e aberta a toda a equipe.

Em 2015, a AES Brasil foi eleita a melhor empresa do setor elétrico em Práticas de Recursos Humanos, de acordo com o guia Época Negócios 360º em parceria com a Fundação Dom Cabral.

Perfil dos colaboradores

A AES Tietê conta com 350 colaboradores próprios e 1.165 contratados

GRI G4-10

Colaboradores por Cargo e Gênero 2014 2015
Masculino Feminino Masculino Feminino
Colaboradores Diretoria 3 1 3 1
Gerência 15 5 17 4
Coordenação 25 3 16 4
Administrativo 57 50 66 56
Operacional 184 0 183 0
Total de colaboradores próprios 284 59 285 65
343 350
Contratados Aprendizes 1 3 2 2
Estagiários 3 2 2 0
Terceiros 1.144 1.159
Total de colaboradores contratados 1.153 1.165
Total geral 1.496 1.515


Colaboradores próprios por faixa etária (%) 2014 2015
Até 30 anos 24% 22%
Entre 31 e 40 anos 34% 34%
Entre 41 e 50 anos 31% 30%
Mais que 50 anos 11% 14%
Total 100% 100%


Atração de talentos

Remuneração e benefícios

A política salarial da AES Tietê prevê como remuneração fixa o salário nominal, benefícios e remunerações adicionais. A remuneração variável é baseada na avaliação de desempenho individual e no resultado da companhia, sendo paga por meio do Programa de Participação nos Lucros e Resultados.

O menor salário pago pela AES Tietê em 2015 foi de R$ 2.075,47, o que corresponde a 263% do salário mínimo do mesmo período (R$ 788,00).

Em relação à equidade na remuneração entre gêneros, em cargos administrativos os homens receberam um salário 16% maior do que as mulheres.

Remuneração média das mulheres em relação à dos homens 2014 2015
Diretoria 78% 103%
Gerência 97% 96%
Coordenação 112% 118%
Administrativo 91% 86%
Operacional


Os benefícios oferecidos aos colaboradores próprios da AES Tietê são:

  • Vale-refeição;
  • Vale-alimentação;
  • Vale-refeição/alimentação de férias;
  • Vale-transporte;
  • Seguro de vida;
  • Assistência médica;
  • Assistência odontológica;
  • Auxílio-creche/babá (para mulheres com crianças de até 7 anos);
  • Complemento salarial para acidente trabalho e auxílio-doença;
  • Participação em planos de previdência privada;
  • Programa de assistência ao colaborador.

Jovens talentos

Programa de trainees

O Programa de trainees da AES Brasil tem duração de dois anos. Durante esse período, a empresa investe na capacitação dos jovens participantes para que eles tenham uma visão sistêmica e estratégica, em frentes técnicas e comportamentais. Em 2015 foram contratados 11 novos trainees para iniciarem em 2016, totalizando 23 no quadro da AES Brasil.

- 80% dos trainees da AES Brasil concluíram o programa desde 2010.
- 34% dos profissionais da primeira turma já assumiram uma primeira posição de liderança na 
AES Brasil.

 

Programa de estágio
O programa visa desenvolver os estagiários para a efetivação nas posições que exigem nível superior completo, principalmente a de analistas que possam assumir atividades estratégicas. Em 2015 foram efetivados 30% dos estagiários da AES Tietê e AES Eletropaulo em empresas do grupo. Do total de 23 estagiários em 2015, um foi efetivado na AES Tietê.

Rotatividade

GRI G4-LA1

A taxa de rotatividade voluntária – quando há rescisão do contrato de trabalho por iniciativa do colaborador – apresentou uma ligeira queda de 2,90%, em 2014, para 2,86% em 2015.

Rotatividade 2014 2015
Mulheres Homens Total Mulheres Homens Total
Desligamentos 5 18 23 8 16 24
– Desligamentos voluntários 4 6 10 1 9 10
– Desligamentos involuntários 1 12 13 7 7 14
Contratações 11 16 27 13 16 29
Taxa de rotatividade voluntária 2,90% 2,86%


Desenvolvimento e retenção de talentos

GRI G4 LA9 / LA10

Nossas iniciativas de desenvolvimento de colaboradores tem o objetivo de reter talentos com o conhecimento e experiência necessários para atingirmos os objetivos da Visão da AES – sempre apoiados em nossos Valores.

Na AES Brasil, antes de uma vaga ser aberta para o público interno, a liderança avalia a prontidão de sua equipe e a oportunidade de realizar uma promoção interna. Caso não seja possível, é feito o recrutamento interno em outras áreas, e se nenhum colaborador da AES tiver o perfil solicitado para a vaga, abre-se o recrutamento externo. Em 2015, 46% das vagas abertas foram preenchidas por profissionais da AES Brasil.

Em 2015, foram registradas 18.482 horas de treinamentos operacionais e de desenvolvimento na AES Tietê – uma média de 52,81 horas por colaborador.

Capacitação inclusiva

Banco de técnicos
Criado em parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai), este programa tem como objetivo preparar profissionais para atuar na operação e manutenção de usinas hidrelétricas. Frente à escassez de mão de obra especializada e dispersão geográfica, a AES Tietê foi pioneira, criando um curso e oferecendo vagas de estágio dentro de suas próprias usinas. Ao longo do ano, 15 alunos frequentaram o curso, com formação prevista para 2016.

Pessoas com deficiência
Ao final de 2015, havia nove pessoas com deficiência (PCDs) no quadro de colaboradores da AES Tietê, cumprindo a cota de 3% de pessoas com esse perfil em nosso quadro com base na Lei nº 8.213/91 Art. 93.

Por meio do Programa Incluir, em 2015 desenvolvemos ações voltadas para a sensibilização do nosso público interno para o tema em questão, tais como:

  • Cartilha interna com orientações sobre como lidar com PCDs nas relações de trabalho;
  • Calendário de ações de conscientização de todos os colaboradores ao longo do ano;
  • Treinamentos específicos para as equipes de recrutamento e seleção;
  • Contratação de jovens aprendizes com deficiência, que podem se tornar colaboradores contratados pela AES Tietê após o período de aprendizagem, por meio de parceria com a Associação Bandeirantes.

Gestão do desempenho

Com o objetivo de diagnosticar, analisar e promover o desenvolvimento dos colaboradores, realizamos o ciclo de gestão de desempenho, uma iniciativa composta por três passos:

  • Contratação de metas;
  • Feedback 360º semestral;
  • Avaliação de desempenho.

GRI G4 LA11
Todos os colaboradores (100%) passam por um tipo de avaliação de desempenho regular na AES Tietê, abrangendo ambos os gêneros e todas as categorias funcionais.

Desenvolvimento de lideranças

Treinamentos comportamentais
Os treinamentos comportamentais têm como público-alvo os profissionais que ocupam cargos que exigem nível superior completo. Os temas escolhidos estão relacionados ao momento vivido pela AES e às competências organizacionais exigidas de todos colaboradores. Em 2015, os treinamentos abordaram capacidade de trabalhar sob pressão, gestão de con¬flitos e orientação para resultados.

Gestão de potenciais
O programa é voltado para o desenvolvimento de colaboradores de nível superior que demonstram potencial para assumir posições de liderança no futuro. Anualmente é feito um mapeamento completo de potenciais talentos que são indicados por gerentes, diretores e vice-presidentes. Os colaboradores indicados participam de um processo de avaliação de potencial e feedback, que resulta em um plano de desenvolvimento. Em 2015, 42% dos colaboradores avaliados assumiram cargos de liderança, superando a meta anual de 35%.

Academia de líderes
A Academia de Líderes tem o objetivo de capacitar supervisores, coordenadores, gerentes e diretores da AES Brasil em conceitos e competências fundamentais para o alcance dos objetivos da AES. O programa prevê trilhas de desenvolvimento, criadas com base no Planejamento Estratégico Sustentável, nas necessidades do negócio e nas competências organizacionais da liderança. Todos os treinamentos têm participação obrigatória. Os módulos oferecidos em 2015 foram:

  • Remuneração
  • Planejamento Eficaz
  • Formação em Sustentabilidade
  • Programa de Desenvolvimento de Coordenadores e Gerentes
  • Programa de Desenvolvimento de Supervisores
  • Comunicação Assertiva
  • Liderança Positiva
  • Programa de Desenvolvimento de Liderança – módulo II
  • Foco no Cliente
  • Produtividade no Setor Elétrico

Em 2015, todos os 549 líderes da AES Brasil concluíram suas trilhas de desenvolvimento iniciadas em 2013.

Gestão do conhecimento

O programa Gestão do Conhecimento busca estimular a melhoria contínua dos colaboradores, transmitir e compartilhar os conhecimentos essenciais para o negócio que foram acumulados ao longo dos anos, e também promover reflexões sobre o futuro do setor energético a fim de que cada colaborador identifique seu papel nessa evolução. A ideia é que o profissional se torne multidisciplinar.

Educação para sustentabilidade

O Programa de Educação para a Sustentabilidade visa desenvolver competências, habilidades e atitudes necessárias para atingir o compromisso com o desenvolvimento sustentável presente na Visão da AES. O programa foi desenhado em fases para atingir todos os colaboradores e aborda a estratégia, conceitos básicos e comunicação sobre as práticas e atitudes sustentáveis incorporadas aos processos da AES Brasil. Desde 2013, a primeira fase capacitou 100% dos colaboradores sobre a estratégia de sustentabilidade e a segunda fase atingiu 80% dos líderes sobre conceitos e práticas de sustentabilidade.

A terceira fase do programa foi iniciada em 2015 com a missão de atualizar todos os colaboradores sobre a nova estratégia da AES Brasil, ampliar o conhecimento da organização sobre os conceitos básicos de sustentabilidade e incentivar a prática de iniciativas que gerassem valor para os públicos de relacionamento do grupo. Foram realizados 5 eventos temáticos com a presença de cerca de 600 colaboradores e 4 Oficinas de Criação de Valor com 58 líderes que, juntos, realizaram mais de 130 reuniões de disseminação, com suas respectivas equipes, e atingiram 5,1 mil colaboradores. Esses colaboradores formaram 27 Grupos de Trabalho e desenvolveram ações práticas que contribuíram para o reaproveitamento de resíduos e para a redução no consumo de água e energia das empresas e também na casa dos colaboradores participantes. Na AES Tietê, oito líderes participaram de duas Oficinas de Criação de Valor e disseminaram o tema para 103 colaboradores.

Para 2016, o Programa de Educação tem o objetivo de engajar líderes e colaboradores para debaterem sobre os conceitos de sustentabilidade e possíveis inovações e aplicações para a AES Brasil.

Comunicação com público interno – Rede Ligado

Acreditamos que a comunicação aberta e transparente com nosso público interno é fundamental para o engajamento, a motivação e a retenção da mensagem pelos colaboradores, tanto em momentos críticos quanto para as nossas conquistas.

Os nossos colaboradores contam com a Rede Ligado, conjunto de canais de comunicação interna, que possui estratégias específicas para disseminar mensagens-chave para 100% dos colaboradores, da operação e do administrativo até a liderança. Entre outros canais, a Rede Ligado inclui:

  • Portal Ligado: o canal de comunicação interna mais completo da AES Brasil, que traz as últimas notícias do Grupo e do setor, além das vagas disponíveis em seleção interna, documentos úteis e informações detalhadas sobre as áreas da empresa.
  • Revista Ligado: publicação mensal com temas relevantes a todos os públicos internos como estratégia, segurança, pessoas, comportamento, mudanças na regulação do setor elétrico, entre outros.
  • Momento Ligado: semanalmente, líderes compartilham um resumo dos fatos relevantes com suas equipes. A iniciativa também prevê uma apresentação para as equipes da conversa realizada entre o Presidente e as lideranças.

Em 2015, uma pesquisa realizada por uma empresa independente de estudos corporativos indicou que 81,1% dos colaboradores demonstram estar satisfeitos com a forma que a empresa se comunica com os colaboradores.

Compromisso com direitos humanos

Em 2015, a AES lançou sua Declaração de Compromissos em Direitos Humanos, que norteia a gestão cotidiana dos negócios e de nossa relação com a cadeia de valor.

O documento reúne oito princípios que expressam o compromisso da AES em garantir os direitos básicos de todos os indivíduos com os quais se relaciona, sem que haja discriminação por qualquer motivo.

Clique aqui para acessar o documento.